Glossário

aminoácidos:

Micro estruturas proteicas (proteínas). São essenciais para o corpo humano e são, para além dos ácidos nucleicos, as estruturas básicas para a estrutura do corpo humano. Podemos distinguir entre os aminoácidos essenciais, que são ingeridas na alimentação, e os aminoácidos não essenciais que são produzidas pelo próprio organismo.

antioxidantes:

Micronutrients que podem ser descritos como, entre outros antioxidantes, protetores do organismo contra agentes oxidantes agressivos, também chamados de “radicais livres”

astenozoospermia.

Redução da motilidade dos espermatozóides > 50%. Os espermatozóides podem ser imóveis ou lentos.

azoospermia:

Ausência de espermatozóides maduros ou imaturos na ejaculação

ejaculação:

Libertação de sémen composto por espermatozóides, secreções prostáticas e secreções das vesículas seminais

fertilidade:

Nos homens inicia-se na puberdade e continua até à velhice, e vai diminuindo com a idade. Nas mulheres, inicia-se com a menarca (primeira menstruação) e termina com a menopausa. Com o aumento da idade, diminui a qualidade dos espermatozóides e o número de óvulos.

infertilidade:

De acordo com a OMS, um casal é considerado infértil após “um ano de relações sexuais regulares sem proteção” sem que ocorra gravidez.

Macro e micronutrientes :

A vida requer energia e isso só pode ser conseguido através da combustão (oxidação). Os macronutrientes (hidratos de carbono, gorduras, proteínas) necessários estão incluídos na dieta e são os fornecedores de energia ou agentes oxidantes. Para que se consiga uma oxidação moderada, são necessárias enzimas e excipientes. Estes, também chamados de adjuvantes, o organismo não consegue produzir, mas devem ser fornecidos através dos alimentos como micronutrientes. Deste modo a natureza, fornece através dos alimentos os macronutrientes que servem como combustível e os micronutrientes essenciais auxiliares, o organismo só sustentam a gordura da dieta, apenas para não queimar a do próprio corpo. Desta maneira, o organismo consegue proteger-se contra o stresse oxidativo. Podemos no entanto considerar que o desequilíbrio no fornecimento de macro e micro nutrientes pode danificar o corpo. Se o combustível estiver aumentado e os auxiliares diminuídos, em seguida podem ocorrer “danos de auto-imolação” no organismo. Os micronutrientes podem assim ser descritos como, entre outros antioxidantes, protetores do organismo contra agentes oxidantes agressivos, também chamado de “radicais livres”.

Micronutrientes:

São substâncias vitais e que podem ser encontradas na alimentação, alimentos dietéticos e suplementos alimentares. Todos nós temos necessidades diferentes no que respeita aos micronutrientes. Nos quais devemos incluir vitaminas, aminoácidos, minerais, oligoelementos, ácidos gordos e fitoquímicos. A fim de manter o corpo forte e eficaz na promoção da saúde, é indispensável pelo menos a quantidade diária necessária de tais nutrientes.

Minerais:

são nutrientes inorgânicos vitais que devem ser fornecido ao organismo através da dieta (por exemplo, zinco, selénio). Há um grupo de elementos (encontrados em grandes concentrações no organismo) e de oligoelementos (que surgem em pequenas concentrações) diferentes.

normozoospermia:

Qualidade de esperma normal. O número de espermatozóides é cerca de 20 milhões por mililitro de ejaculado, sendo que 30% dos espermatozóides apresentam uma morfologia normal e 50% uma mobilidade normal

oligozoospermia:

O número de espermatozóides é significativamente reduzido (< 10 Mill/ml ejaculado)

Sindrome das células de Sertoli:

Aplasia das células germinais (forma especial de infertilidade testicular). Ausência de espermatozóides.

Espermatogénese:

Maturação da “semente”. O desenvolvimento da espermatogónia até uma célula de esperma demora pelo menos 64 dias. É controlada hormonalmente e é muito sensível a influências endógenas e exógenas. São produzidos cerca de 1000 espermatozóides por segundo e são aproximadamente três a quatro milhões por hora. Uma dieta equilibrada, ausência de nicotina e álcool, relaxamento e atividade física regular tem um efeito positivo sobre a formação de células do esperma.

Espermograma:

Fornece informações sobre a qualidade do sémen permitindo assim uma clarificação sobre a fertilidade masculina. Uma vez que a qualidade das células germinativas pode variar no ejaculado, devem ser recolhidas sempre duas amostras de ejaculado para o diagnóstico de “infertilidade”. São avaliados os seguintes parâmetros: a densidade de espermática, motilidade e morfologia.

Espermatozóides:

Células germinativas maduras (espermatozóides).

teratozoospermia:

> 40% dismórfico, Espermatozóides com formato anormal.

varicocelo:

Varizes nos testículos

vitaminas:

São ingredientes essenciais dos alimentos orgânicos. A ausência do seu correcto fornecimento, provoca sintomas de deficiência (por exemplo, vitamina E, ácido fólico). Eles são particularmente importantes para o sistema imunitário e para o sistema nervoso e actuam como antioxidantes promovendo a protecção do corpo contra os radicais livres.