Espermograma

Como ter a certeza

O espermograma é uma importante ferramenta de diagnóstico para a investigação da fertilidade masculina. A avaliação é feita de acordo com as orientações da OMS, com foco na concentração, motilidade e morfologia do esperma.

Espermograma

No espermograma é examinado ao microscópio o esperma, por forma a conseguir avaliar a fertilidade masculina. O termo espermograma inclui todos os testes realizados durante a análise do esperma.
O espermograma é, portanto, o teste de infertilidade masculina mais importante. A amostra de esperma é realizada por masturbação, em condições estéreis, e sempre que possível diretamente no local de análise, de modo que a amostra possa ser rapidamente processada e analisada. O laboratório examina o ejaculado ao microscópio. Mesmo sendo o esperma deficiente a causa da infertilidade, a mesma só pode ser estabelecida após análise de todos os fatores, incluindo a quantidade, mobilidade e qualidade do esperma. Um baixo número de espermatozoides na ejaculação não significa necessariamente esterilidade, no entanto pode fazer com que seja mais demorado um óvulo ser fertilizado com sucesso. A baixa motilidade ou a incorreta morfologia dos espermatozoides pode ter um impacto negativo sobre a conceção natural.

Espermograma

Espermograma – definição da OMS (comparação entre 1998 e 2010)

Os critérios da OMS para um espermograma normal:

  • Um ejaculado de pelo menos 1,5 ml deve conter mais de 15 milhões de espermatozoides por mililitro de esperma. Pelo menos 32% devem movimentar-se na direção para a frente, e pelo menos 4% deve ter uma morfologia/forma normal. Se estes critérios forem observados o homem é considerado fértil.
  • Para além das conclusões do espermograma, o ejaculado não deve conter mais de 1 milhão de glóbulos brancos e micro-organismos, por mililitro ejaculado. Para ter certeza, o ejaculado deve ser analisado duas vezes.
  • A intervenção é necessária, se o espermograma é anormal ou mostra um ou mais desvios.
  • Concentração do esperma: O atual standard da OMS diz que deve haver pelo menos 15 milhões de espermatozoides por mililitro. O volume de ejaculado deve ser pelo menos de 1,4 mililitros.